top of page
Buscar
  • Foto do escritorJoyce Leite

Por que é tão difícil procurar ajuda psicológica? Parte 1.

Essa é a primeira publicação de três sobre as principais dificuldades de buscar ajuda psicológica





Muitos só procuram o médico quando não tem mesmo como suportar a dor e já fez tudo o que era possível com medicações caseiras ou de acesso sem receita médica.


Quantas vezes por questões econômicas você não pensou ou até mesmo chegou a realizar um serviço que deveria ser feito por um profissional, mas você mesmo fez para economizar?


Instalações elétricas, quantos não se arriscaram para fazer, mesmo sem o conhecimento técnico?


Quando precisamos que algo seja feito e não temos habilidade pra isso precisamos contratar um prestador de serviços, mas nem sempre conseguimos reconhecer o valor desse profissional. Pensamos o quanto precisamos gastar para que o trabalho seja feito. A procura de atendimento psicológico além desse movimento natural de se querer resolver sozinho seus assuntos há muitos outros fatores que contribuem que seja dificultoso a busca desse profissional.




Os motivos podem ser muitos, procurei aqui selecionar os principais motivos, são sete no total, nesta primeira publicação vou apresentar o primeiro motivo:


1. Falta de conhecimento.


Se eu não compreendo como a psicoterapia pode me ajudar, como eu vou procurar?

Assim como um alcoólatra não consegue se tratar se não se reconhecer doente, ninguém vai procurar ajuda se achar que não precisa dela.

Há muitos casos que a pessoa não compreende que se houvesse uma orientação psicológica teria maior qualidade de vida.

Existe a ideia que psicoterapia é para aqueles que tem problemas neurológicos, problemas cognitivos, Déficif de Atenção entre outros. Psicologia trata sim dessas questões, mas não são somente estas.



A psicoterapia é mais abrangente que isso. Segue alguns motivos que podem levar a busca de orientação psicológica.



Repetição de comportamentos que trazem consequências ruins. Há pessoas que tendem a repetir certo comportamento mesmo que esse comportamento gere sofrimento e consequências negativas. Dentro desse grupo

de pessoas existem aqueles que tem consciência desse comportamento, ou seja, sabem que sempre se comportam de forma não adequada mesmo assim tem dificuldade de mudar e não saem desse ciclo vicioso. Já tem outros que não conseguiram identificar que sempre comportam-se de modo que gera sofrimento. São os casos que entram pouco contato consigo mesmo, se conhecem pouco ou/e tem muita dificuldade de aceitar os próprios erros. Na imagem é um exemplo de a falta de reconhecimento de suas qualidades, uma possível consequência e o ciclo ruim que pode acontecer.


Melhorar habilidades sociais. Pode acontecer de pela falta de habilidades sociais perder oportunidade de desenvolver o trabalho melhor. A orientação psicológica pode ajudar o indivíduo a desenvolver habilidades sociais, e esse movimento pode ser o que faltava para promoção no trabalho. Ao desenvolver essas habilidades a melhora influencia em todas as áreas da vida da pessoa, não só no ambiente de trabalho.


Dificuldade de concentração. Hoje em dia com tanta tecnologia, são muitas as formas que temos de se comunicar, cada vez mais temos mais estímulos visuais, aplicativos no celular e rede sociais. Todo esse movimento pode gerar dificuldade de focar, desenvolver tarefas no trabalho, manter conversas

entres outras dificuldades.

Orientação psicológica também pode ajudar neste caso. Autoconhecimento. Quando nos conhecemos conseguimos lidar com situações de forma mais assertiva, de maneira mais consciente. O profissional que se conhece bem tem maiores chances de crescimento profissional, consegue reconhecer seus limites, maior capacidade de aprimorar e maior autonomia de gestão da própria vida e carreira.



Clique no link a seguir para saber os outros motivos: Por que é tão difícil procurar ajuda psicológica? Parte 2.


VEJA TAMBÉM:

コメント


bottom of page